Agenda




2019

Curso: MNA-846 Relações Interétnicas

Professores: João Pacheco de Oliveira e María Rossi Idárraga (Pós-doc / PNPD)

Período: 1º Semestre de 2019

Nº de Créditos: 04 (quatro), 45 horas, 15 sessões

Horário: 5ª Feira, 13:00 – 16:00 h.

Programa de Curso (PDF)



Red Internacional de Investigación Agro-Cultures

Taller Internacional de Ecología Política: Justicia
SocioAmbiental y Alimentaria en la Triple Frontera Amazónica
Universidad Nacional de Colombia, Leticia / Universidad del Estado de Amazonas,
Tabatinga / Cardiff University (Reino Unido) / Universidad Federal de Mato Grosso

De 3 a 5 de junho de 2019. 

Programação (aqui)

XIII REUNIÃO DE ANTROPOLOGIA DO MERSOCUL
PORTO ALEGRE/UFRGS
 

Painel Especial 03 (PE03) 
As Ações Afirmativas e o desafio da democratização 
do Ensino Superior Público no Brasil
Quarta-feira, 24 | 11h30

João Pacheco de Oliveira – Museu Nacional UFRJ, Brasil
Denise Jardim – UFRGS, Brasil

Lançamento e sessão de autógrafos dos livros “Exterminio y tutela: procesos de formación de alteridades en el Brasil” e “De acervos coloniais aos museus indígenas: formas de protagonismo e de construção da ilusão museal” 
(João Pacheco de Oliveira e Rita de Cássia Melo Santos)

     


2018

Divulgando:  Aula inaugural dia 30 de janeiro de 2018 às 19h. Auditório do ICHCA – Universidade Federal de Alagoas (Campus A. C. Simões)


Divulgando: Aula inaugural dia 30 de janeiro de 2018 às 19h. Auditório do ICHCA – Universidade Federal de Alagoas (Campus A. C. Simões)


Divulgando: Oficina em 31 de janeiro de 2018. Das 14h às 19h. PPAGAS – UFAL


Divulgando: I SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO INTERCULTURAL INDÍGENA NA UEMA. TEMA: RELAÇÕES INTERÉTNICAS, IDENTIDADES E ETNICIDADES. Período: 01 a 02 de Fevereiro de 2018. Local: Auditório do CCSA/UEMA. PROGRAMAÇÃO NO LINK: https://drive.google.com/file/d/0B3dCd225OocZVkpLOVhWQ19Ia2h4RmlWTVEtUG95Q1NjS0c0/view

Divulgando:  O Prof. Dr. João Pacheco de Oliveira está oferecendo um curso, este semestre, no PPGAS – Museu Nacional/UFFRJ. MNA 848 – Antropologia do Território
Território e modalidades sociais de gestão ambiental 
João Pacheco de Oliveira
PPGAS-Museu Nacional-UFRJ
1o. semestre de 2018
Sala Roberto Cardoso de Oliveira, de 09 as 12 hs.
O curso iniciará em 06 de março de 2018.

Divulgando: Convite para o lançamento do site do projeto “Os Brasis e suas memórias” e oficina de lançamento. Porto Seguro (BA), dia 06/04/ 2018 na UFSB, Campus Sosígenes Costa, Auditório Monte Pascoal 2.


Divulgando: Convite para o lançamento no Rio de Janeiro do site do projeto Os Brasis e suas memórias. Os indígenas na formação do Brasil, que resulta do edital Memórias brasileiras.Biografias promovido pela CAPES e de uma articulação com 23 programas de pós-graduação, envolvendo também algumas licenciaturas interculturais indígenas e entidades de apoio. O evento ocorrerá no dia 19 de abril, na próxima 5a. feira, das 14 as 18 hs no Centro Brasileiro de Altos Estudos/CBAE,na Av. Rui Barbosa, 762, Flamengo.


Divulgando: Dia 27/04/2018 às 10h na sala Gilberto Freyre – Fundação Joaquim Nabuco. Av. 17 de agosto, 2187, Casa Forte – Recife (PE)


Divulgando: Programação da ATL 2018

Divulgando: Participação no Seminário: AGRICULTURAL FRONTIERS – THE HISTORY, CULTURE & DEVELOPMENT IN THE AMAZON. Cardiff University. 30/05/2018


Divulgando: LATIN AMERICAN STUDIES ASSOCIATION-LASA: Barcelona, 24 a 27 de maio de 2018. 

Panel: Reescribiendo biografías de indígenas: una búsqueda por memorias olvidadas e historias submergidas (CCIB M219 – M2 , 9:00am – 10:30am , Fri, May 25): 

Las historias de vida y biografias constituyen una importante herramienta para informaciones difíciles e íntimas‚ que nos permite contrabalancear las emociones y ambiguidades con la rigidez de los registros formales (leyes‚ cronologias‚ estadísticas y mapeos). Sobretodo en contextos en que la dominación colonial o postcolonial viene marcada por estigmas y negación de identidades colectivas‚ ellas se muestran una técnica etnográfica útil para la comprensión de las contradicciones y del dinamismo de las relaciones interétnicas. Lo que el panel propone es por medio de biografías sobre indígenas empezar a reescribir criticamente la participación de los autoctónes en las historias nacionales. ⁠


Divulgando: Lançamento do site do projeto “Os Brasis e suas memórias” – BA. 
Dia 18/05/2018 no FFCH/UFBA, Campus de São Lázaro.


Divulgando: Lançamento do site do projeto “Os Brasis e suas memórias” – BA. 
Dia 14/05/2018 no CAHL/UFRB Cachoeira.

Divulgando: II Congresso Internacional Mundos Indígenas. De 27 a 30 de junho de 2018


Divulgando: Conferência PPGAS/UFRN dia 26 de junho as 9h no Auditório de Antropologia/ C5 Setor II/ UFRN


Dia 30/07 no CCBB – RJ. SEMINÁRIO 200 ANOS DE MUSEUS NO BRASIL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS. Mesa-Redonda 01 “Museu Nacional – 200 anos: desafios e perspectivas”.

Entrada franca. Distribuição de senhas 1h antes de cada conferência na bilheteria do CCBB. Ver mais no link: http://culturabancodobrasil.com.br/…/seminario-200-anos-de…/


Link do evento: https://www.pt.iuaes2018.org/site/capa



24  de agosto de 2018. 9h as 18h.  Programação: PDF


O que o fogo não pode destruir: memórias, redes e projetos

Prof. João Pacheco de Oliveira Filho, Chefe da Etnografia do Museu Nacional do Brasil

https://www.therai.org.uk/…/seminar-joao-pacheco-de-oliveir…



“O uso da biografia em situação colonial

5 de outubro, 14h – 17h, Sala AS1-08, EHESS, 54, Av. Raspail, 75006, Paris

João Pacheco de Oliveira (Museu Nacional, PPGAS)

“Catarina do Brasil: um mito de origem segundo três regimes de alteridade””

______________________***________________________

De l’usage de la biographie en situation coloniale

5 octobre, 14h-17h, Salle AS1-08, EHESS, 
54, boulevard Raspail 75006 Paris

João Pacheco de Oliveira (Museu Nacional, PPGAS) «Cathérine du Brésil: un mythe d’origine selon trois régimes d’altérité »

Pablo Barbosa (UFSB) « Sur quelques caciques guarani du XIXe siècle »

Benoit Trépied (EHESS, Iris) « De l’usage des biographies et autobiographies dans la recherche en sciences sociales »

Alban Bensa (EHESS, Iris) « Constructions biographiques réciproques dans la pratique ethnographique »